Loots da guerra (Janeiro, 2015)

E depois da tempestade, vem a calmaria.

E depois da tempestade, vem a calmaria.

Oi!

Hoje eu vim falar um pouco dos resultados e opiniões que formei nesse mês de Janeiro; de acordo com o que tentei me dedicar estudando.

Pois bem, sem mais delongas, vamos lá.

Número um: Deck do Anki “Core 2000 Japanese Vocabulary

Aah! Eu amo este deck. Definitivamente consegui andar bastante em meus estudos usando ele.

Para falar a verdade. Se não fosse pelo Anki, ainda estaria na estaca zero, ou no minimo sabendo ler muito poucos Kanjis.

Consegui manter meu ritmo de estudar sempre uma revisão de 100 palavras + 20 palavras novas diariamente. Tirando um ou outro dia quando ocorriam imprevistos ou quando estava tremendamente exausta. Mas foram relativamente poucos.

Notei também que é mais fácil de perceber as diferenças dos kanjis quando escrevo eles enquanto vou estudando, em vez de só usar o anki mesmo. Uma pena, já que isso triplica meu tempo de estudo. Revisando sem anotar levo uns 30 minutos no máximo; agora, escrevendo eu levo de uns 70 à 90 minutos! E eu nem demoro eras para escrever. É que é muita coisa mesmo e eu sou bem chata me avaliando se acertei ou não a palavra, então repito as que acho que não estão fixadas direitinho muitas vezes.

Com certeza vou continuar usando este deck. Já estou no Step 2 para falar a verdade. O deck é repartido em 10 divisões, um passinho de cada vez. Fiquei feliz pra caramba de chegar ao segundo passo. Porque são muitas palavras para mudar de Step hein…

Só uma nota: Apesar do Core 2000 ser muito bom e eu gostar bastante dele, tenho de me lembrar que preciso fixar mais as palavras que aprendo nele de outras formas também. Constantemente quando estou lendo e jogando algo em japonês me deparo com uma palavra/kanji que está na ponta da lingua e sei que já estudei ele; porém no momento não consigo me lembrar qual era sua leitura de jeito nenhum! Então tenho que ler mais, para tudo que aprendi no Core não seja em vão.

がう!

がう!

Número dois: Anki Deck “Duzentas e tantas palavras para assistir anime

Esse aqui eu acabei abandonando por enquanto. Não que não estivesse me ajudando… Mas muitas das palavras que estavam por lá eu acabava vendo no Core 2000 um tempinho depois, e sem ser em romaji, o que me agrada mais.

Um dia eu termino ele, são só 200 palavras, não é algo que se demora muito para terminar. Na verdade, só apaguei ele do Anki antes de terminar porque queria ver se eu apagasse os outros decks de lá, se influenciava meus gráficos no Core.

É chato de explicar e estou com um pouco de preguiça de fazer isso, mas quem sabe sabe das estatísticas do Anki e quem não sabe não vai saber, hehe!

Voltarei com ele depois que terminar o Core 2000 então vamos considerar esse aqui em “On-Hold”.

Número três: Kanji Damage

O Kanji Damage tem umas abordagens geniais e umas abordagens zueiras de mais que não me ajudam tanto.Também voltei a dar uma outra lida no livro do Heisig, já que no final das contas ainda estou em dúvida de qual pegar mesmo sério para ler. O Remember the Kanji tem umas coisas retardadas de mais, mas que acabam funcionando. E outras que não. Outras que só são silly mesmo. Já o Kanji Damage é quase a mesma coisa, só que mais divertido e mais “zueiro”. Algumas das mnemonics são incriveis. Tem Kanji que eu só lembro de seu desenho/radicais por conta delas. Mas algumas não funcionaram comigo, e fico me perguntando se não deveria usar o RTK, já que falam mais dele.

Vou acabar terminando de ler os dois nesse mês e o que eu gostar mais no final das contas vou reler com mais atenção. Sim, ainda não terminei de ler. Mas não tem problema. Prefiro ir lendo devagarzinho e realmente lembrando do que estou estudando do que sair atropelando tudo e não me lembrar direito do que queria.

Número quatro: 神のみぞ知るセカイ, Kami Nomi zo Shiru Sekai Raw Manga

É muito divertido ler algo em outro idioma que você está aprendendo e conseguir entender. Mesmo que seja mais ou menos e com algumas visitas ao dicionario. Kami Nomi é um amor de história, realmente acho um mangá fofo e divertido, mesmo que essa nem seja a intenção principal dele. Enfim. O que me incomoda mesmo em mangás é o furigana. Sem perceber, minha cabeça acaba usando o caminho mais fácil de simplesmente ir lendo todos os kanjis em Hiragana do que ir tentando decifrar os que eu talvez já até saiba.

Mas fazer o que, se as crianças aprendem Kanji assim, vai ver funcione…? Mas não boto muita fé hein!

Tenho de continuar a ler, pena que vi o anime antes, então já sei como são as primeiras rotas do mangá, mas gogo. Vamos continuar.

Kami-Nomi-zo-Shiru-Sekai-ED-Koi-No-Shirushi-kami-nomi-zo-shiru-sekai-18039454-1868-1840

Número cinco: 中二… Chuunii… Errmm…

Nem comecei. Não consegui ter vontade de assistir ainda, haha! Acabei baixando K-On no lugar e está lá na minha tablet, bonitinho e prontinho para ser assistido. Espero que consiga ver ainda essa semana agora de voltei para casa. Ai quando eu ver, edito este post e digo como fui.

Número seis: ネコぱら… Neko Para un…

Outro que não completei, na verdade. Outro que preferi deixar para depois quando estiver lendo melhor e substitui pelo Hanahira. Que estou lendo, a proposito. É bem fofinho e engraçado. Tenho minhas dificuldades de vez em quando com os Kanjis, naquilo que disse que por falta de prática acabo não me lembrando de Kanjis que estudei anteriormente. Mas esse jogo está aqui para me ajudar exatamente nisto. Até desligo as vozes das personagens para me concentrar apenas na leitura. As vozes ajudam muito, acredite. Com elas acabo nem precisando ler o que está escrito, mas não quero isso. Quero saber a ler! Portanto, desligo as vozes.

Estava viajando nos últimos dois meses inteiros, sabia? Por isso não tinha o computador o tempo todo para mim e não pude terminar totalmente esta Visual Novel. Foi muito bom descansar com quem eu gosto, então não me importo de não ter terminado Hanahira; mas tomara que esse mês, agora que estou em casa eu consiga fazer isso. ^_^

É assim que eu jogo. ITH para pegar o texto se precisar alguma dúvida no dicionário. No caso, eu uso o Rikaisama. É só abrir alguma aba aléatória que você possa colar texto no Firefox e passar o mouse por cima da palavra ou Kanji que quer saber o significado ou leitura.

É assim que eu jogo. 

ITH para pegar o texto se precisar alguma dúvida no dicionário. No caso, eu uso o Rikaisama. É só abrir alguma aba aleatória que você possa colar texto no Firefox e passar o mouse por cima da palavra ou Kanji que quero saber o significado. Tento deixar uma imagem fofinha no ITH também para descansar meus olhinhos de tantas runas.

Então. Os resultados desse mês foram esses. Sinto que avancei muito este mês. Portanto, estou feliz. Até daqui a alguns dias, quando eu fizer o post de como vou estudar em Fevereiro.

Obrigada por lerem até aqui!

Obrigada por lerem até aqui!

Munição de Janeiro, 2015

É GUEEEERRRAAAAAA!

É GUEEEERRRAAAAAA!

Para deixar as coisas um pouco mais organizadas e ter uma noção do quanto avancei, todos os meses vou fazer dois posts chamados “Munição de (mês, ano)” e “Loots da guerra (mês, ano)”

“Resumindo bem resumidamente resumido” são textos escritos com o material de estudo que vou usar no mês.

Livros, mangas, animes, visual novels, decks do Anki e se pá algum aplicativo legal que eu achar para Android.

Ai posso falar se gostei de tal método, se não me agradou, se tive dificuldades, se droppei (lol) e coisa do tipo.

Ah, vou tentar também deixar os links de como conseguir eles aqui. Se pá, se algum dia alguém realmente seguir meu blogzinho posso ajudar a pessoa e ela pode realmente gostar daqui. Mas não é uma promessa que sempre vou colocar o download não viu?

Mas sem mais nem menos, vamos ao armamento deste mês!

NUMBER EINS: Deck do Anki “Core 2000 Japanese Vocabulary

Meu principal aliado na guerra contra o Kanjis. O jeito mais eficiente que me indicaram para aprender Kanjis é com o vocabulário. Antes eu não tinha ideia de onde encontrar um bom recurso para estuda-lo. Até achar este deck. Havia pensado em estudar com o dicionário que tenho de japonês aqui, ou algum online. Porém, tinha a impressão que não iria render muito. Já que… Sei lá, parece meio bobo pegar um dicionário e ir estudando palavra por palavra. Pode ser que não seja, não se ofenda! Inclusive faço isso as vezes para aprender algumas palavras novas. Entretanto, dessa forma com certeza iria aprender um monte de palavras que não são muito usadas em vez de começar pelo o que realmente vou precisar. Ok, então dicionário não. Visual Novels para Vocabulário? Digo, até dá e pretendo usar… Mas eu acabo querendo só continuar lendo a história do que me concentrando em aprender palavras novas. Dou uma passadinha de mouse na palavra que não sei com o rikaisama (dicionário integrado ao browser) e vuasshhh já passo de fala e esqueço logo logo o que significava a palavra. Ok, então visual novel decidi usar como complemento, não como forma principal de estudo.

Então meu senhor, como posso aprender o maldito vocabulário?

Ai que entra o Deck Core 2000!

Esse deck é mágico, sério. Pelo menos hoje, dia 7 de Janeiro de 2015, penso que esse conjuntinho de cartas é a coisa mais magavilhosa que já colocaram dentro do Anki.

É assim, ele vem com uma palavra; já com seus respectivos Kanjis/Hiraganas, sem essa frescura de romaji. Uma sentença usando ele e outras palavras e em baixo uma imagem ilustrativa.

É aquele esquema do Anki. Se você lembrar a leitura dele você tasca um good. Se lembrar mas for um pouquinho difícil, taca um hard. Se errou ou não lembra, escolhe again e depois de umas outras cartas você tenta de novo. Assim por diante.

escudeira

Aqui o Deck, ó.

Cada dia adiciona-se mais cartas ou então troca uma palavra que você já sabe em hiragana pela leitura dela com kanji + hiragana. Achei bem legal o deck, nem formal de mais, nem shounen-like de mais. Por mim, só tirava as imagens depois de um tempo, tenho medo de ficar muito na moleza lembrando só delas em vez dos kanjis em si, lol. Mas está tudo bem.

Talvez eu termine o deck nesse mês, mas não tenho certeza, vou só seguindo o padrão de 15 palavras novas + review de todas por dia e ver quanto tempo leva para essas 2000 palavras.

Na minha opinião, o Anki é a melhor ferramenta de estudo para qualquer coisa que você queira memorizar.

E falando dele, o segundo tipo de munição também vem de lá.

NUMBER ZWEI: Anki Deck “Duzentas e tantas palavras para assistir anime

Esse aqui eu tenho um pouco de vergonha de usar. Mas acabei achando e pensei: “Ermm… Por quê não?”

É em romaji, então não me é tão interessante assim, mas deve dar um helpzinho à conhecer palavras mais informais e entender animes raw.

NUMBER DREI: Kanji Damage

Arqui-inimigo do “Remembering the Kanji” só que um pouco mais divertido e com algumas coisas menos silly silly. Estou usando ele para me ajudar um pouquinho à me lembrar das combinações de radicais nos kanjis e aprender o significado deles. Sim, eu pretendo aprender o significado do maior número possivel de Kanjis. Acho uma curiosidade divertida de conhecer. Tem todo um jogo de Kanjis que fica muito mais legal se você souber o significado deles. Por exemplo: 女子 (Fujoshi) de acordo com o Rikaisama a tradução é “Garotas que gostam de comics retratando relações homossexuais entre dois homens.”; MAS, se você souber o significado do kanji + 女子 dá para pegar umas coisas engraçadinhas no meio. 腐 (podre) + 女 (mulher) + 子 (criança) = Garota Podre. O que não deixa de ser apenas uma curiosidade, mas ainda assim é interessante e quero aprender um pouco.

NUMBER VIER: 神のみぞ知るセカイ, Kami Nomi zo Shiru Sekai Raw Manga

Minha fiel escudeira Tablet.

Minha fiel escudeira Tablet.

Não adianta nada ficar só na teoria, né? Decidi pegar um mangá para me divertir e estudar também. Escolhi Kaminomi já que gosto muito da serie e ainda não li o mangá (que aparentemente tem muito mais rotas do que o anime). Mas vou te contar. Foi um HORROR conseguir encontrar os primeiros volumes dele em Raw. Só conseguia achar ou em inglês, ou só os últimos volumes. Ainda bem que no final das contas consegui. Isso que dá escolher mangá antigo.

AEAEAEAE!

AEAEAEAE!

NUMBER FÜNF: 中二病でも恋がしたい!戀, Chuniibyou demo Koi ga Shitai! Ren Raw Anime

Estou faz um tempinho para ver a segunda temporada de Chuu-2. Já que dei uma desanimada com a personagem nova que colocaram, vamos ver se for estudando eu tenho ânimo para assistir.

SEM LEGENDAS MODAFAKA

SEM LEGENDAS MODAFAKA

NUMBER SECHSネコぱら Vol.1 ソレイユ開店しました!, NekoPara Vol.1 Soleil Kaiten Shimashita! JP

Como resistir?

All this fofura.

Esse daqui eu não garanto que vá terminar mesmo esse mês. Porque pode ser que eu queira ler melhor antes de joga-lo. Mas é tão fofinho. Não consigo resistir.

Bem, então é isso. Vamos ver os frutos dessa batalha no final do mês.

Lá pelo final de Janeiro ou inicio de Fevereiro escrevo como foi meu progresso.

Boa sorte para quem estiver junto comigo e bons estudos!

tumblr_n5qfbywD7v1swjueno1_500

Aquele post chato de introdução que sempre tem que ter

Por quê essa imagem está aqui? Ah, nenhum moitivo em especial, só achei fofinha.

Por quê essa imagem está aqui? Ah, nenhum motivo em especial, só achei fofinha.

É.

Pois é.

Então…

Todo blog tem que começar com aquele post chato, não?

Falando quem sou, minha idade, uma dissertaçãozinha e etc.

Se temos mesmo que fazer isso, então que sejamos ligeiros.

Meu nome é Karina, tenho 20 anos e tô tentando faz um tempinho aprender japonês.

Já fiz alguns meses de aula, porém, não me agradou e comecei a estudar sozinha.

Com meus livrinhos de hiragana/katakana que tinha desse curso de japonês, Pokémon Leaf Green (JP), algumas lapiseiras um caderno em branco e o Genki.

Aproximadamente 1 mês depois já sabia ひらがな e カタカナ bonitinho. Peguei um tiquinho de vocabulário também com o Genki.

Confiem em mim, esse livro é um amorzinho para praticar kana. Só passa a ficar enrolado nas lições depois de um tempo.

Ótimo. Já sei Kana, o que fazer agora?Já sei. Vou aprender mais sobre gramática! Perfeito.

Lá fui eu ler o guia do Tae-Kim sobre o assunto. E te digo, ele é bom, porém, meio 8 ou 80. Ou você pega o guia completo de gramática e fica lendo horas e horas tudo explicadinho bonitinho ou então lê o normal e encontra uma explicação meio corrida, correndo o risco de não compreender o conteúdo se já não tiver conhecimento sobre ele.

Eu escolhi a versão completa. Pra falar a verdade, ainda nem terminei (lol) estou bem no final, entretando no momento estou satisfeita com o que sei de gramática. Depois eu termino a leitura e ainda pego o guia menor para dar uma revisada, claro.

Lindo! E agora Karina, agora que você já sabe um pouco de gramática, já manja dos kana, qual é o próximo passo?

Lindo! E agora Karina, agora que você já sabe um pouco de gramática, já manja dos kana, qual é o próximo passo?

Pois bem. Não falei antes, mas eu gosto bastante de jogos. Tanto RPG’s, quanto Visual Novels. É lógico que queria tentar jogar algo e entender tudo que eu nunca soube nas histórias que sempre quis ler (wooo!!)

Mas não não. De vez em quando abria algumas Visual Novels e via que tinha muitos kanjis. Até tentava dar uma lida com ajuda do Rikaisama, mas mesmo assim, era muito lento checar kanji por kanji que aparecia; me deixava cansada em vez de me divertir.

Pois então. Tá na hora de aprender os Kanjis…

Mas antes. Que tal aprender sobre os radicais? Achei que fosse me ajudar, além do que, com isso em teoria, eu saberia escrever qualquer Kanji que eu quisesse.

Beleza.

Fui no Amazon e comprei um livro chamado “Let’s Learn Kanji!” que apesar do nome, foca bastante nos radicais. Admito que enrolei bastante nessa parte, não estudava todos os dias, mas depois de alguns meses de preguiça aprendi todos os radicais básicos.

Até que no final das contas foi divertido.

Tem alguns radicais menos usados que ainda estou para aprender na segunda parte do livro, mas estou ansiosa para passar logo aos Kanjis.

AI CHEGUEMOS NO MOTIVO DO QUAL CRIEI ESTE BLOG!

Kanjis…Ah.

Bem, eu sei que são necessários, até acho esses caras boa pinta. São legais.Porém, é tão difícil conseguir memorizar todos eles! Pode ser que seja porque estou começando agora.

Passei a estudar seriamente kanjis faz apenas uma semana. E é frustrante hein. Me faz ranger os dentes. (tun-dun-tuntz) Falam que não se deve usar o método do “Remember the Kanji” porque é ruim e blablabla. Mas nunca dão outras opções. (Kanji Damage é quase a mesma coisa de RTH); Dizem para aprender com vocabulário, mas nunca mostram nenhum lugar de exemplo para achar o tal, haha. Mas isso aqui sou só eu sendo chata.

Já achei o Anki com alguns decks que estou seguindo e tentando aprender com eles.

Vamo vê no que vai dar. Só sei que é extremamente frustrante não reconhecer um kanji que você acabou de estudar quando vai jogar uma visual novel. Fato verídico.

Aprender é sofrer.

O pior é: foi um Kanji que até tinha inventado uma histórinha e desenho para ele.

Posso jogar a culpa nos Kanjis, mas parte é minha culpa também. Pensei melhor e acredito que escrever os kanjis vai me ajudar à decora-los melhor, também vou me esforçar um pouquinho mais para usar os radicais que passei um bom tempo aprendendo e ver se eles irão me ajudar.

Minha motivação é pensar que algum dia poderei jogar o que quiser sem o medo de “será que vem para o ocidente..?” ver os programas de comédia que gosto e algum dia conseguir completar toda a serie Atelier.

Finalizando: Esse blog é uma espécie de motivação para que eu continue estudando e checar meus progressos. Também de vez em quando, vou compartilhar minhas gambiarras com vocês.

Sites desse tipo me deixam animada para estudar, quem sabe não consigo fazer o mesmo com vocês?

Também podemos trocar manhas e manjarias juntos pelos comentários. wink wink

M-Mas não é como se eu estivesse pedindo para vocês c-comentarem ou c-coisa do tipo!

Bem. Até que essa introdução não foi tão ruim assim, né?

Até a próxima armação de barraco!

Até a próxima armação de barraco!